ídolos

Amarildo

Amarildo Tavares da Silveira é um daqueles profissionais que conseguiram agarrar com unhas e dentes a principal oportunidade que surgiu. Com a camisa do Botafogo, brilhou, marcando 136 gols em 201 jogos. Mas foi na Seleção Brasileira, com a árdua missão de substituir Pelé, que sua participação acabou sendo fundamental na conquista do bicampeonato mundial, no Chile, em 1962. Atacante de muita habilidade, oportunista, Amarildo não se intimidou com a responsabilidade e, ratificando o apelido de Possesso, confirmou sua condição de artilheiro. Participou de quatro jogos e marcou três gols: dois diante da Espanha e um na Tchecoslováquia, na final da Copa do Mundo. Em 1963, colhendo os frutos de sua boa atuação no Mundial, foi negociado com o Milan, onde fez sucesso, assim como na Fiorentina e na Roma.

Amarildo, nascido em Campos, em 29 de julho de 1940, jogou no Goytacaz (1958), Botafogo (1960 a 1962), Milan (1962 a 1967), Fiorentina (1967 a 1971), Roma (1971 e 1972) e Vasco (1972). Seus títulos: Copa do Mundo (1962) e Campeonato Carioca (1961 e 1962). Pela seleção, fez 24 jogos e 9 gols.

voltar para ídolos

outros ídolos